MARCO PRODUÇÕES

NINGUÉM FAZ RIR COMO A GENTE

APRESENTA

O Espetáculo: A LOJA - Como encantar o seu cliente

"A Loja - Como Encantar seu Cliente" é um espetáculo/treinamento inspirado na necessidade de treinar e qualificar os vendedores de forma inovadora, com dicas de aplicações práticas e eficazes nas rotinas diárias de um vendedor/loja ou ainda no atendimento ao público em geral.

De forma simples e descontraída, o espetáculo/treinamento aborda, com muito humor, as técnicas de vendas, desde abordagem ao fechamento do negócio.

Marco Amaral Produções Teatrais
(31) 99884 1885
[email protected]

Quem Somos 

Em 1988 Marco Amaral encontra um anuncio que mudaria sua vida “faça teatro”, um ano depois ingressa na companhia Intervalo dirigida pelo professor Ítalo mudado, com ele realiza quatro espetáculos. Em 1992 entra para o teatro universitário, realiza sua primeira produção em 1994, com o espetáculo” O Grande Inquisidor”, o que consagra sua vontade e desejo pela arte o que não o deixaria mais parar. Em 1995, 96, 97 realiza como ator vários espetáculos como: Vestido de Noiva - Nelson Rodrigues –. A Alma Boa de Setsuan - Bertold Brecht - Na Era do Rádio - Clóvis Levi - Branca de Neve - Fernando Gomes - Muito Barulho Por Nada - William Shakespeare. Em 1998 realiza duas Produções profissionais associado à produtora Iza Rodrigues, os espetáculos Robin Hood 1998/2001 e Pobre Super Homem - Brad Fraser 1998/2000.

Em 2000 estréia sua terceira produção O conto do Vigário - João Bethencourt – 2000/2004. Em 2001 funda a produtora P5 com os atores Emerson Rezende, Ana Nery e produz a quarta produção, O Musical O Corcunda de Notre Dame - Victor Hugo – 2001/2003. Em 2004 encerra a P5 Produções Artísticas, e cria a Marco produções dando inicio a sua carreira como Produtor e escritor, escrevendo, produzindo e dirigindo o espetáculo Meu Tio é... Tia – 2004, em 2006 o espetáculo O Menino e a Água, 2007 é convidado a dirigir A virgem de quarenta, texto de Aziz Bajur, 2008 dirigi o espetáculo Uma noiva se disputa, Texto de Aziz Bajur, e também o espetáculo empresarial A Loja – Como encantar seu cliente (texto, produção e direção), 2009 realiza sua Sétima produção Brincando Com os Homens (texto, produção e direção), estréia também A loja II (texto, produção e direção), 2010 dirigi o espetáculo Amar é uma comédia de Wesley Machiori, Copas produções e estréia Atendimento é tudo (Tex. Prod.e Dir), em 2011 dirigi o espetáculo O Defunto sem cova de Angelo Machado, Heloarte produções.
  • CDL Cons. Lafaete
  • CDL Manhuaçu
  • CDL Frutal
  • CDL Ituiutaba
  • CDL Uberaba
  • CDL Araguari
  • CDL Uberlândia
  • CDL Divinópolis
  • CDL Unaí
  • CDL Paracatu
  • CDL Patos de Minas
  • CDL Itabirito
  • CDL Bom despacho
  • CDL Ipatinga
  • CDL Montes Claros
  • CDL Itaúna
  • CDL Belo Horizonte
  • CDL Juiz de Fora
  • CDL Feira de Santana
  • CDL de Contagem
  • CDL de Curvelo
  • CDL Tupaciguara
  • CDL Três Corações
  • CDL Nanuque
  • CDL Paracatu
  • CDL de Sorriso
  • CDL Mirassol

ESPETÁCULOS

"A Loja - Como Encantar seu Cliente" é um espetáculo/treinamento inspirado na necessidade de treinar e qualificar os vendedores de forma inovadora, com dicas de aplicações práticas e eficazes nas rotinas diárias de um vendedor/loja ou ainda no atendimento ao público em geral. De forma simples e descontraída, o espetáculo/treinamento aborda, com muito humor, as técnicas de vendas, desde abordagem ao fechamento do negócio.

Em parceria com a FCDL/MG - Federação dos CDLs do estado de Minas Gerais e o próprio CDL/MG - Clube dos Diretores Lojistas do estado de Minas Gerais, o espetáculo/treinamento teve sua estreia no ano de 2008. Desde então já foi encenado em mais de 400 cidades, entre os estados de Minas Gerais, São Paulo, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Piauí, sendo que neste último, foi o grande destaque das FEIRAS DO EMPREENDEDOR do SEBRAE/PI nos anos de 2010 e 2011.
Em sua trajetória, mais 400 mil pessoas tiveram a oportunidade de serem capacitadas, e receberam informação de qualidade associada ao bom humor, através desse treinamento que é uma verdadeira ?comédia empresarial?.

Os principais temas abordados são:
  • Abordagem ao cliente;
  • Sondagem;
  • Atendimento eficaz;
  • Técnicas de vendas;
  • Fidelização de clientes;
  • O SPC como ferramenta para uma venda segura;
  • Fechamento do negócio.
Objetivos:
A peça foi criada com o objetivo de treinar e qualificar vendedores externos e internos e demais profissionais nas áreas de vendas e atendimento ao público, de forma descontraída e divertida, contribuindo para o crescimento dos mesmos, e ainda e das empresas, sempre em busca de melhores resultados.

Público Alvo:
Empresários, gerentes, vendedores, atendentes, colaboradores do comércio em geral e demais interessados.

Ficha técnica
Cenografia: Anderson Matos
Elenco: Bernard Bravo, Cris Geburah, Gustavo Marquezine e Jeremias Hallel,
Produção Executiva e Técnica: Diego Halfore
Texto e Direção: Marco Amaral
Este espetáculo aborda as dificuldades que os vendedores têm em lidar com Clientes difíceis Ex: O cliente que acha que sabe tudo e não deixa o vendedor falar; aquele que só olha e não compra nada; o malandro, o cliente estético; indeciso; com restrições no SPC; o cliente emotivo; racional; falador; calado; formal. Estes são alguns tipos de clientes representados no espetáculo através de uma abordagem mais especifica direta.

O espetáculo também aponta a melhor forma de avaliar estes tipos de clientes e como deve ser o comportamento do vendedor para esses casos. De forma engraçada e dinâmica os atores dão ao espectador, um treinamento descontraído e prazeroso. Todos os argumentos apresentados no espetáculo são claros, objetivos, rápidos e ao mesmo tempo detalhados, passando o máximo de informação para o espectador.

O fundamental é perceber a importância da percepção do tipo de cliente, para reconhecer cada tipo e encontrar a forma mais correta de se relacionar com ele. Procurar conhecer o ser humano todos os dias um pouquinho mais, é uma receita infalível.

Histórico de atuação no mercado:
O espetáculo/treinamento fez sua estréia em 2010 . De lá pra cá, se apresentou em mais de 140 cidades, entre capital e interior de Minas Gerais, São Paulo,Mato Grosso, Goiás, Bahia e Piauí. A LOJA II trilhou o caminho da Loja I, já capacitou com informação de qualidade e com muito bom humor mais de 100 mil pessoas em um treinamento que é uma verdadeira comédia/empresarial!

ALGUMAS RAZÕES PARA CONTRATAR NOSSOS ESPETÁCULOS/TREINAMENTO

  1. Promove efetivas mudanças de comportamento e conscientização através da abordagem lúdica;
  2. Atinge o espectador em três níveis: visual, sinestésico e auditivo, com registro muito mais consistente na memória;
  3. Facilita o processo de identificação com a representação de situações vividas no dia-a-dia;
  4. Agrega valor ao associar treinamento e diversão à imagem institucional da organização;
  5. Abrange um maior número de pessoas quando comparado a um treinamento convencional.


Temas Abordados:
Apresentação – Abordagem, Sondagem , Atendimento Eficaz, Técnicas de vendas, Fidelização de clientes, O SPC como ferramenta para uma venda segura, Fechamento


Objetivo:
A peça foi criada com o objetivo de treinar e qualificar os profissionais da área de vendas, de forma descontraída e divertida, contribuindo para o crescimento das pessoas e suas empresas em busca de melhores resultados para as vendas de forma geral.

Público Alvo:
Vendedores, atendentes, empresários, gerentes e todos os colaboradores da empresa em geral (afinal, todos na empresa precisam entender que são vendedores, sem cliente a empresa não tem razão de existir) e interessados em ingressar na área de vendas e atendimento.
HISTORICO DE ATUAÇÃO DO ESPETÁCULO NO MERCADO:
O espetáculo/treinamento fez sua estréia no ano de 2011, acompanhando a demanda dos espetáculos Loja I e Loja II. Desde então já foi apresentado em mais de 100 cidades. “A Loja III”, mais uma nova opção para capacitar de forma inovadora os segmentos do serviço, comércio e varejo.

ALGUMAS RAZÕES PARA CONTRATAR NOSSOS ESPETÁCULOS/TREINAMENTO:
  1. Promover efetivas mudanças de comportamento e conscientização através da abordagem lúdica;
  2. Atingir o espectador em três níveis: visual, sinestésico e auditivo, com um registro muito mais consistente na memória;
  3. Facilita o processo de identificação com a representação de situações vividas no dia-a-dia .
  4. Agrega valor ao associar treinamento e diversão à imagem institucional da organização;
  5. Abrange um maior número de pessoas quando comparado a um treinamento convencional.
APRESENTAÇÃO:
Foco: Fidelização de clientes

Este espetáculo/treinamento aborda a importância de se manter um excelente relacionamento com clientes internos e externos. Com o mercado cada vez mais competitivo, concorrência cada vez mais agressiva, produtos e serviços cada vez mais parecidos, o diferencial sem dúvida é o ATENDIMENTO. Um atendente com simpatia, simplicidade, alegria e atitude com certeza irá fidelizar os seus clientes. Atendimento significa criar uma relação de confiança e harmonia na qual o cliente se sinta apoiado e acolhido para a resolução das suas necessidades.

Clientes agressivos, morosos, indecisos e arrogantes são alguns dos tipos representados no espetáculo. Mostramos uma abordagem mais específica e direta. Representamos como conscientizar o profissional dos impactos gerados por um bom ou mau atendimento ao cliente, bem como da importância do constante aperfeiçoamento pessoal nos aspectos técnico e social. De uma forma divertida, irreverente e dinâmica, os atores transmitem ao espectador, um treinamento descontraído e prazeroso, levando o aprendizado através da encenação.

A importância da percepção do interlocutor, do foco no cliente para reconhecer cada tipo e encontrar a forma mais correta de atendê-lo. Procurar conhecer o ser humano todos os dias um pouquinho mais é uma receita infalível. Todos os argumentos apresentados no espetáculo são claros, objetivos, concretos, rápidos e ao mesmo tempo detalhados, sem deixar sombra de dúvida, passando o máximo de informação para o público.

TEMAS ABORDADOS:
O que é Atendimento, Cliente Interno X Cliente Externo; Qualidade; Erro Zero e Excelência; Comunicação Verbal e Não-Verbal; O que motiva o comportamento do cliente; Como perder um cliente; O que esperar de um cliente nervoso; A arte de saber ouvir.

OBJETIVO:
A peça foi criada com o objetivo de treinar e qualificar os profissionais da área de atendimento, de forma descontraída e divertida, contribuindo para o crescimento de pessoas e empresas.

PÚBLICO ALVO:
Atendentes, vendedores, associados, empresários, gerentes e demais colaboradores da empresa em geral (ressaltando a filosofia de que todos os colaboradores de uma empresa são seus funcionários, e sem clientes, a empresa não existe), além de demais interessados em ingressar na área de vendas e/ou atendimento.
Image
Image
Image
Image

Conteúdo Adicional

Mais informações no site da Marco Produções

Galeria de Vídeos